Seu melhor amigo é um psicopata? Descubra aqui.

Cinco milhões de brasileiros são incapazes de sentir emoções. Eles podem até matar sem culpa e estão incógnitos ao seu lado. Agora, a ciência começa a desvendá-los
Tinha alguma coisa errada com o Guilherme. Desde quando era pequeno, 4 anos de idade, a mãe, Norma*, achava que ele não era uma criança normal. O guri não tinha apego a nada, era frio, não obedecia a ninguém. O problema ficou claro aos 9 anos. Guilherme, nome fictício de um rapaz do Guarujá, litoral de São Paulo, que hoje tem 28 anos, roubava os colegas da escola, os vizinhos e dinheiro em casa. Também passou a expressar uma enorme capacidade de fazer os outros acreditar no que inventava. Aos 18, o garoto conseguiu enganar uma construtora e comprar um apartamento fiado. “Quando um primo da mesma idade morreu de repente, ele só disse ‘que pena’ e continuou o que estava fazendo”, conta a mãe. Tinha alguma coisa errada com o Guilherme.


Leia mais »


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


API do Google, Agora com Interface em Português

A página de referência com as API´s dos produtos do Google está sendo convertida para o português (para quem não é desenvolvedor, aqui vai uma pista sobre o que estamos falando, API é a interface que permite que um programa se comunique com outro programa).

Pois é, isso deve ser uma notícia e tanto para quem gosta de informática, ví lá no Blog do Google.


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


Ecologia, Energia e Reciclagem.

Ví estes artigos no site da Isto é Dinheiro, e achei por bem colocar aqui, pois bons exemplos devem ser divulgados, aplaudidos e seguidos. Um dia quem sabe, todas as empresas e cidadões do mundo acordem para a necessidade de proteger nosso planeta. Portanto palmas para as empresas. Acompanhe a íntegra da reportagem.


Leia mais »


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


Eu Follow ou Nofollow?

Se você olhar pro calendário ao lado, vai perceber que tenho exatos 18 dias de blogueiro, ou seria bloieiro? E sei quase nada de informática, sei que pra desligar o PC, tenho que iniciar, se der tela azul tenho que desligar, tenho que clicar duas vezes nos ícones para eles abrirem alguma coisa que não sei pra onde vai e muitas vezes nem sei para que serve.

Pois bem, o que eu tenho de vontade de escrever e postar é inversamente proporcional ao que sei de informática, por isso estou sempre pedindo ajuda pro pessoal da GT Tech para alterar ou inserir os HTMLs necessários para dar uma melhorada no visual e trazer mais visitas.

Um belo dia eu ví no Buteco de Bits alguma coisa sobre Nofollow, e fiquei interessado, pois era uma coisa, aliás, mais uma coisa que eu não sabia. E é bem provável que você também não saiba,como não vou ficar no Crtl C / Crtl V (viram só, já sei mais um pouco) com este artigo que merece ser lido por todos, blogueiro ou não.

Só para não esquecer, seguindo os passos do Buteco, em todos os comentários, pingbacks e trackbacks, bem como todos os demais links, estou adotando a política nofollow zero.

Mas, como tem alguns espertos que recebem links e não os compartilham, resolvi abrir uma exceção para eles: nofollow ativado para eles. Para os demais, desativado.


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


Células tronco, você pode precisar dessa terapia. Pense nisso

Bloiando na net, cai no site da Dany Koetz , o Ah! Tri Né! , onde ela diz que conversando com a Bruna do Sedentário, ficou sabendo da petição online que ela criou em favor das pesquisas com células tronco. Ela tem um motivo em especial para defender a causa, já que seu irmão tem síndrome de Angelmam. O assunto sempre foi especial para Dany, que tem diabetes e conhece de perto doenças cardíacas e degenerativas como o Mal de Alzhaimer e a Esclerose Múltipla. Todas poderiam ser tratadas com a terapia.

Aqui vai uma pequena lista de doenças que podem sofrer uma revolução no tratamento e cura, caso a medicina tenha o direito de avançar nas sua pesquisas: Diabetes, síndrome de Angelmam, Alzhaimer, doenças cardíacas, esclerose múltipla, leucemia, alguns tipos de câncer, parkinson, lesões na coluna, …

Pare e realmente pense além. Quem está livre de vir a sofrer com alguma dessas doenças ou ter um amigo ou familar nessa condição?

Um dos maiores defensores do uso de células tronco foi o ator Christopher Reeve, que viveu o Superman nos cimenas. Desde seu acidente, ele lutou por essa causa. Morreu em 2004 sem ver seu sonho realizado.

Já que ninguém aqui é Superman, Wolverine ou algo do estilo, pense! E se quiser assine a petição.

Quem quiser divulgar, por favor, fique muito à vontade.


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


Cadê a casa que estava aqui? O mato comeu.

Este site tem umas fotos interessantes, de casas que foram “engolidas” pela vegetação. Tem umas fotos ótimas. Ví esta dica no Ueba.


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


A beleza do lixo

Beleza de lixo

A foto acima, divulgada pela Agência Espacial Européia (ESA), parece muito bonita. Mas acredite, todos esses pontinhos são lixo espacial, concentrados da órbita terrestre. São principalmente satélites antigos, pedaços de naves que se soltaram ou foram abandonados. Desde o lançamento do Sputnik, em 1957, cerca de 6 mil satélites já foram enviados para a órbita da Terra.

Fonte: Bombou na Web


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


Babás, prostituição e idéias perigosas

Desde o ano passado a produtora independente Peace Arch exibe o filme The Babysitters (As Babás, em uma tradução livre) em festivais de cinema procurando por um distribuidor. Mas até agora isso não aconteceu e o fato tem uma explicação muito simples: o tema do filme.


Leia mais »


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


Internautas criam dia “offline”

Sharon Sarmiento sabia que era hora de se desconectar quando percebeu que até seus sonhos envolviam mensagens publicadas em blogs e o mensagens instantâneas imaginárias.

Para Ariel Meadows Stallings, foram as horas perdidas em navegação pela Internet que a fizeram sentir como se tivesse passado por um coma alcoólico.

Ambas as mulheres são parte de um novo movimento sob o qual os adeptos da tecnologia, viciados em Internet, usuários maníacos de Blackberrys e remetentes compulsivos de mensagens instantâneas decidiram retomar o controle de suas vidas ousando se desconectar – nem que por apenas um dia.Sharon Sarmiento sabia que era hora de se desconectar quando percebeu que até seus sonhos envolviam mensagens publicadas em blogs e o mensagens instantâneas imaginárias.

Para Ariel Meadows Stallings, foram as horas perdidas em navegação pela Internet que a fizeram sentir como se tivesse passado por um coma alcoólico.

Ambas as mulheres são parte de um novo movimento sob o qual os adeptos da tecnologia, viciados em Internet, usuários maníacos de Blackberrys e remetentes compulsivos de mensagens instantâneas decidiram retomar o controle de suas vidas ousando se desconectar – nem que por apenas um dia.


Leia mais »


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.


Site mapeia crimes em cidades brasileiras

A identificação de zonas perigosas em diversas cidades brasileiras é o objetivo que Vasco Furtado, professor da Universidade de Fortaleza, tinha em mente quando criou o Wikicrimes, software que permite o acesso e registro de ocorrências criminais no computador diretamente em um mapa digitalizado.

O mapeamento do crime permite alertar o cidadão e orientar os órgãos públicos no planejamento de suas ações. O site que oferece o serviço afirma que a publicidade do registro das ocorrências criminais traz acima de tudo transparência, “pois quebra a lógica de monopólio das informações pelo Estado”.

Roubos, furtos e homicídios são alguns dos crimes que podem ser registrados no site, mas apenas por pessoas cadastradas no sistema. Não é necessário cadastro, no entanto, para ter acesso às informações.

A filosofia que norteia o Wikicrimes é a mesma da enciclopédia Wikipedia. Parte-se do princípio que a participação individual pode gerar uma sabedoria das massas – se todos participarem o mapeamento criminal passa a ser feito colaborativamente e todos terão o benefício de ter acesso às informações de crimes no mapa.

Fonte: Terra


Se você gostou deste post, escreva um comentário e/ou cadastre-se em nosso feed.